Resenha #50 - A Bússola de Ouro (Philip Pulman)

16 comentários: | |


Título original: Northern Lights
Série: Trilogia Fronteiras do Universo #1
Editora: Objetiva
Ano: 2007
Tradução: Eliana Sabino
Páginas: 365


Quando Roger, amigo de Lyra, desaparece, ela e seu dimon, Pantalaimon resolvem procurá-lo. Viajam para os reinos frios do Norte, onde ursos de armadura e bruxas-rainhas voam pelos céus congelados. Lyra possui um aparelho que a auxiliará na missão - caso ela consiga decifrar suas mensagens misteriosas. Mas o equipamento contém segredos assustadores sobre a viagem e os perigos que os esperam em mundos distantes.








A Bússola de Ouro é o primeiro volume da trilogia As Fronteiras do Universo. Uma trilogia de fantasia que envolve mundos paralelos, ursos, bruxas e os tão queridos dimons. O livro teve sua adaptação cinematográfica em 2007 e contou com a atuação de Nicole Kidman. Entretanto, o filme não gerou lucro e o restante da trilogia não foi adaptada. Depois de ter lido o livro, eu entendi o motivo. A história do livro é muito maior do que nos foi mostrada na tela. 

Lyra é uma criança que cresceu em meio a reitores, catedráticos, estudiosos, em uma faculdade. Sua infância foi entre essas paredes, contando apenas com poucos amigos e seu amado dimon, Pantalaimon ou Pan. Nesse universo, criado pelo Philip Pulman, todas as pessoas possuem dimons, criaturas em forma de animais que são as suas almas. Ou seja, uma pessoa sem um dimon, não vive por muito tempo. Além disso, os dimons das crianças e dos adultos possuem características diferentes. Lembro que desde que eu vi o filme, eu me apaixonei por essas criaturinhas.


Logo no início do livro, Lyra descobre a existência de uma substância chamada Pó, que gera muita polêmica entre os estudiosos e os religiosos. Mais para frente, descobrimos que muitas crianças estão sumindo, sendo levadas por um grupo misterioso. O que seria esse pó e porque ele é tão importante? Será que há alguma correlação com o fato de crianças estarem desaparecendo?

A história consiste nas aventuras de Lyra em ir atrás de seu melhor amigo Roger, que foi levado por esse grupo. Para isso ela conta com um grupo bem variado de pessoas e com o auxílio de um instrumento, que ganhou na universidade, a chamada Bussola de Ouro. Esse instrumento será responsável por lhe dar respostas e ajudar a escolher o melhor caminho a seguir. No livro é mostrado muito mais o uso dele e como a protagonista faz para decifrar as mensagens, o que não é muito mostrado no filme. Gostei bastante dessas partes e as diferentes informações que a Lyra conseguia tirar do aparelho.

" - Este é o dever dos velhos: ter ansiedade por causa dos jovens - comentou o Bibliotecário. - E o dever dos jovens é fazer pouco caso da ansiedade dos velhos."

Não vou falar muito sobre o livro, porque acho muito legal ir desvendando esse universo aos poucos. Para quem assistiu ao filme, já saberá de muita coisa, mas garanto que o livro trata de algo muito maior. Não espere aquele livro que lhe dá as respostas logo no início, o autor soltou aos poucos cada uma das explicações, prendendo o leitor do início ao fim, e percebemos que todas as questões que eu formulei no início da resenha estão interligadas e é o inicio de algo muito maior do que pensávamos. Toda história é bem amarrada e mesmo com o gancho para o próximo livro, o autor não deixou pontas soltas nesse.

A narrativa do autor é bem fluida e envolvente. O livro possui bastante ação e cenários incríveis, inclusive a aurora boreal é um fenômeno bem importante na história. Ursos polares, feiticeiras, balões, trenós, e muita neve estão presentes na história. Em alguns momentos, eu fiquei bem aflita pela Lyra e outros personagens, imaginando como eles iam sair de algumas situações. O que eu mais gostei, foi que mesmo tendo assistido ao filme várias e várias vezes, a história não se tornou cansativa, o que acontece as vezes quando eu assisto o filme antes de ler o livro.

Como uma protagonista criança, Lyra é cheia de curiosidade e muitas vezes ela chega a ser um pouco mimada, querendo que façam tudo o que ela pede. Essa característica da protagonista em alguns momentos torna a leitura um pouco cansativa, porque ela sabe ser bem chatinha em alguns momentos, mas ela possui coragem, inteligência e perspicácia, principalmente quando tem que decifrar as mensagens da Bússola de Ouro. Entretanto, em alguns momentos ela demostra medo e insegurança. Ela é uma protagonista completa e bem condizente com a sua idade. Os demais personagens também são bem construídos e cada um tem sua importância dentro da trama, mas confesso que quem me ganhou foi o Pan.



A história é narrada em terceira pessoa, mas o maior enfoque é mesmo na Lyra. O livro é dividido em três partes, cada uma relativa a um lugar em que a personagem irá passar na busca por seu amigo e as outras crianças desaparecidas. A revisão do livro está excelente, não me lembro de nenhum erro. A minha edição é econômica, mas apesar das folhas brancas, ela está muito bem acabada e não dificultou minha leitura. A cada início de capítulo, há um desenho que tem a ver com o mesmo.

Recomendo para todos que gostem de uma fantasia bem elaborada e um pouco de teoria do universo. A história mostra a importância de seguir o que acredita ser correto e sobre a lealdade. 



Essa resenha atende ao:
*2015 Reading Challenge - Tema 32. Uma trilogia (livro 1)
*Desafio Literário Skoob 2015 - Julho: Inverno (histórias que passem em lugares frios, capas que remetem ao inverno.
*Desafio das Capas - Tema 2. Um animal na capa
*Maratona Literária de Inverno 2015 - Tema: um livro de capa azul




Resenha #49 - O Desafio de Ferro (Holly Black & Cassandra Clare)

23 comentários: | |


Título original: The Iron Trial
Série: Magisterium #1
Editora: Novo Conceito (#irado)
Ano: 2013
Tradução: Amanda Orlando
Páginas: 384


AMIGOS E INIMIGOS. PERIGO E MAGIA. MORTE E VIDA.

A maioria dos garotos faria qualquer coisa para passar no Desafio de Ferro. Callum Hunt não é um deles. Ele quer falhar.

Se for aprovado no Desafio de Ferro e admitido no Magisterium, ele tem certeza de que isso só irá lhe trazer coisas ruins. Assim, ele se esforça ao máximo para fazer o seu pior... mas falha em seu plano de falhar.

Agora, o Magisterium espera por ele, um lugar ao mesmo tempo incrível e sinistro, com laços sombrios que unem o passado de Call e um caminho tortuoso até o seu futuro. 

Magisterium - O Desafio de Ferro nasceu da extraordinária imaginação das autoras best-seller Holly Black e Cassandra Clare. Um mergulho alucinante em um universo mágico e inexplorado.


O Desafio de Ferro conta a história de Callun Hunt, ele está prestes a participar do Desafio de Ferro, e se for aprovado, ele vai entrar no Magisterium, uma escola de magos. Entretanto, aconselhado pelo seu pai, ele deve falhar nesse desafio, pois se ele entrar nessa escola, coisas terríveis acontecerão. Ao realizar as provas do Desafio, ele falha miseravelmente, mas por algum motivo, ainda sim ele entra na escola.

Bom, acho que com esse enredo muitas pessoas vão associar com outro bruxinho e uma escola de bruxaria famosa, não é mesmo!? É impossível ler Desafio de Ferro e não associar com Harry Potter. O livro possui muitas semelhanças, como a escola de magia, a idade em que ingressam, a divisão por anos, e até tem um trio de melhores amigos. Entretanto, as autoras souberam criar algo bem diferente e não temos aquela sensação que o livro é simplesmente uma imitação.

Callun nunca quis entrar nessa escola, pois seu pai disse coisas terríveis que acontecem por lá. Os túneis e cavernas guardam segredos terríveis, além dos próprios professores. Ao começar a estudar lá, Callun percebe que algumas coisas que seu pai disse não são exatamente verdade e irá descobrir muitas informações que seu pai lhe escondera até então, como seu próprio passado e sua família.

O livro é bastante descritivo, mas de forma alguma isso torna a leitura cansativa. Os locais da escola, com seus túneis, grutas, subterrâneos e lagos, além das diferentes formas de magia, que nesse livro é mais elemental, vinda dos próprios elementos da natureza. A história é cheia de termos próprios desse mundo e que aos poucos vamos incorporando.

"O fogo quer queimar. A água quer fluir. O ar que se erguer. A terra quer unir. O caos que devorar."

Callun está longe de ser um personagem herói e perfeito. Ele possui uma deficiência na perna e isso dificulta muito sua vida em alguns momentos. Ele é desastrado, e no começo, ele é extremamente arredio, pois não quer ficar nessa escola. Além disso, por causa da sua deficiência, ele sempre foi muito solitário e nunca teve muitos amigos. Entretanto, com a ajuda de Aaron e Tamara, que serão seus colegas de dormitório e aulas, ele aprenderá a ser amigo e ter amigos, entenderá que os verdadeiros amigos estão presentes nos melhores e piores momentos de nossa vida. Gostei bastante de como o Callun é real. Ele possui medo, incerteza, raiva, mas também é corajoso e aprenderá a ser leal. Além disso, ao longo do ano que passará, ele aprenderá sim, que pode ser bom em magia e que poderá ser mais do que o pai deseja para ele.

Meu grande problema com livros escritos a quatro-mãos é que muitas vezes percebemos a narrativa de cada autor no livro, "sentimos" o autor em cada parte. Isso não acontece em "O Desafio de Ferro", temos uma perfeita união das duas narrativas e toda a história possui o mesmo nível. A história é bem fluida e extremamente envolvente, nos sentimos preso a cada descrição, cada nova informação sobre esse mundo e querendo descobrir sobre o que aconteceu no passado para o pai de Callun ter medo de que ele vá para a escola. Em determinado ponto, o livro mostra uma reviravolta incrível e que eu nunca teria imaginado, me deixando ainda mais curiosa e ansiosa pelo próximo. 

"Os pensamentos são livres e não obedecem a nenhuma regra."

A diagramação do livro está muito boa e não encontrei erros de revisão. As letras são grandes, o que torna uma leitura bem rápida apesar das suas quase 400 páginas. Como vocês podem ver, o livro faz parte do selo #irado da editora, pois é um juvenil, mas pode e deve ser lido sim por adultos. A cada início de capítulo há uma ilustração que remete a algum acontecimento do capítulo. 

Recomendo a todos que gostem de livros sobre magia e que mostre a importância da amizade e que nem sempre o que acreditamos é real. Mostra um protagonista real, e que aos poucos vai descobrir como é ter amigos e sobre a sua verdadeira força.





Essa resenha atende ao:
*2015 Reading Challenge - Tema 39. Um livro com magia
*Maratona Literária de Inverno - Tema: Um livro com figuras ou ilustrações







Book Tour: Desejo & Honra (Tatiane Durães)

15 comentários: | |


Oi gente linda, como estão nessa segunda-feira? 

Hoje eu venho anunciar mais um Book Tour que participarei, faz tempo que não entro em nenhum, e sempre acho uma opção válida para conhecer novos livros nacionais, principalmente quando não estamos podendo comprar muitos livros.

Já conheço a Tati de "As Faces da Luz", então quando ela convidou para entrar no de Desejo & Honra, seu novo livro, não pensei duas vezes em aceitar. A temática é bem diferente do primeiro livro, mas me interessou. Eu falo que não gosto muito de romances de época, mas esse tem um fundo histórico e passa no Brasil, então me interessei.

Vamos então conhecer um pouco sobre o livro e a autora?


O Livro



1890. O Brasil passava por sérias mudanças. Os escravos foram alforriados, porém, apenas no papel. Os italianos começaram a chegar em busca de uma vida melhor. A corrida pelo ouro terminara há muito tempo e o café com leite era o que sustentava a economia do país.                                                                               
Em Minas Gerais, uma única família ainda mantinha a atividade do minério, a família Leon, eles continuavam sendo abençoados, encontrando ouro em suas terras.                                                                         
O Conde de Leon, filho do monarca Duque de Leon, que, devido a idade, não conduzia mais os negócios. Conde que, apesar de bondoso, carregava no peito a enorme dor da perda. Sua esposa Cassandra falecera ainda muito jovem, e desde então ele nunca mais ficara atraído por nenhuma mulher, até aquele dia, 31 de outubro, quando uma jovem de cabelos negros e pele extremamente branca chegou em sua casa para ajudar na cozinha. Uma jovem bonita, delicada e inteligente.                                                                                                          
Assim, o Conde de Leon, finalmente percebeu que poderia se libertar do fantasma de sua falecida e amada Cassandra. Entretanto, a jovem carregava consigo um segredo: Linda, porém fatal.


A Autora


Tatiane Durães nasceu em Monte Mor, onde mora até hoje. Tem 28 anos, é assistente administrativa e formada em Administração de Empresas na Unip- Universidade Paulista. Com quinze anos leu O Alquimista do Paulo Coelho, se apaixonou pela literatura, e não parou mais de ler. Em 2013 começou a escrever sua primeira história depois de ficar imaginando vários finais diferentes para livros e filmes que lia e assistia. Um ano depois seu mundo ganhava vida no nome de Arcantatys.




Então, o que acharam do livro? Parece ser bem interessante, não é mesmo!? E como eu já conheço a escrita da Tati, sei que será fluido e envolvente. A capa está linda e espero que a história seja tão linda quanto.

Minha resenha vai demorar um pouquinho, pois escolhi ser a última da lista, mas aguardem que logo, logo outros blogs estarão resenhando e logo mais minha resenha estará aqui.




Dicas da Semana #17 - Aparadores de livros

17 comentários: | |


Oi gente, tudo bem?

Como vocês sabem, domingo é dia de Dicas da Semana. E hoje eu vou falar de uma coisa muito importante para nós leitores, a organização dos nossos livros.

Quem nunca passou pela situação de ter uma estante lotada e não ter mais espaço para colocar seus livros? Aí começamos a colocar um livro por cima do outro e tudo o mais que for possível para organizar da melhor forma possível nossos bens mais amados.

Eu comprei minha estante ano passado, acho e já está ficando sem espaço e estou pensando em colocar duas prateleiras que tenho aqui em casa para ter mais espaço. Mas os problemas nas prateleiras é que elas não tem lateral, então fica meio difícil para equilibrar os livros sem caírem. Sendo assim, eu resolvi comprar um aparador de livros, daqueles bem bonitinhos, para aparar e ao mesmo tempo enfeitar.

Na verdade, eu só comprei o aparador, preciso comprar aqueles suportes da prateleira e ter alguém para colocá-las. Quando terminar, eu mostro o resultado para vocês.

Mas enfim, o post de hoje não é para falar da minha situação. E sim, para mostrar para vocês algumas opções de aparadores de livros criativos. Também vou deixar os links para compras, onde vocês podem saber mais detalhes e o preço.


1. Cabo de guerra

Esse foi o que eu comprei. Gostei bastante do design e o material dele parece ser bem resistente. 

Onde encontrar:


2. Abraço


Esse também é bem clássico, só não gosto muito, porque ele acaba cobrindo os nomes dos livros das pontas. 

Onde encontrar:


3. London Bridge 


Eu já tinha mostrado esse em outro post, e como eu adoro Londres, eu fiquei doida por ele.

Onde encontrar:


4. Need More Love & Books


Onde encontrar:


5. Zumbi



Onde encontrar:


6. Star Wars


Onde encontrar:


Esses foram alguns que eu mais gostei, mas vocês podem encontrar outros nessas lojas e também no Ponto Frio/Casas Bahia e Tok & Stock. Achei as opções da Kalunga e da Fábrica 9 as mais baratas, na Elo 7 tem outros modelos muito bonitos, mas bem mais caros. Na Ponto Frio também tem alguns bem legais, mas são muito caros. 

Alguém aqui tem algum? O que acham deles? Alguém tem vontade de comprar? Me digam nos comentários.









Mostre Sua Estante #25 - Franciele Ribeiro

15 comentários: | |


Oi gente, tudo bem?

Vamos conhecer mais uma estante hoje. Essa é super fofinha e apesar de pequena, já tem um grande potencial. Vem conhecer a estante da Franciele.



Essa é minha pequena, mas muito amada estante. Comecei ela esse ano, porque antes não era muito apegada aos livros. Tem todo tipo de livro aí, literatura jovem, erótico, romance, terror, distopia e aí embaixo meus amados livros de romance de banca, pelo quais me apaixonei pela leitura, no primeiro ano do segundo grau.


Então, o que acharam da estante da Franciele? Eu achei super fofinha. Mesmo não curtindo romances banca, achei super legal a coleção. Franciele, obrigada por ter participado da coluna e logo, logo essa estante estará cheia de livros.


*

Quer ter sua estante aparecendo aqui e seu blog divulgado?

 Mande a foto da sua estante por mensagem na página do blog no Facebook ou então para o e-mail fafa.lima@terra.com.br com o seu nome, o link do blog e um pequeno texto sobre sua coleção. Em breve ela aparecerá aqui no blog.

Espero que todos participem!!

Clique na imagem para saber como participar da promoção




52x5 Momentos Para Compartilhar - Semanas 28 e 29

13 comentários: | |


Oi pessoas lindas, tudo bem com vocês?

E aí, preparados para mais um final de semana? Já sabem o que vão ler? Eu disse que ia fazer essa coluna às quarta-feira, mas não deu para postar na sexta, então, para não atrasar, eu vim postar hoje.

Um dos temas foi bem complicado, pois não me considero uma pessoa neurótica, nem cheia de manias. Já o segundo é algo que eu adoro, filmes.

Para ver todos os temas e ver as minhas respostas dos temas anteriores é só clicar aqui.


Semana 28: Minhas maiores "neuras" e manias são:


Como eu disse, ali em cima, não me considero uma pessoa neurótica e não acho que tenho tantas manias assim, mas vamos lá.

1. Tenho que ler todas as informações do livro (orelhas, sinopse, biografia do autor) antes de começar a ler uma história. O grande problema disso é quando contém spoiler, mas não consigo evitar.
2. Não leio se tiver gente falando ou vendo televisão no mesmo cômodo em que estou. Músicas de fora incomodam um pouco, mas não tanto.
3. Não vejo um filme se o mesmo tiver começado, não importa o quanto quero assistir. 
4. Meu prato de comida tem que ser arrumado, feijão de um lado, arroz de outro e a carne de outro, nada de tudo misturado. Minha mãe sempre reclama disso.
5. Gosto de combinar marcadores e livros. Pode ser o marcador do livro, ou que tenha uma característica em comum, mas as vezes acabo usando os marcadores de blogs.


Semana 29: Filmes que me "falam ao coração"


Eu sou bem fácil de chorar com filmes, ao contrários dos livros. Então vou considerar aqui, os filmes que sempre me emocionam quando eu assisto e me fazem chorar. 


1. Marley e Eu


Impossível assistir sem chorar todas as vezes. 


2. Porto Seguro 


Esse é um dos filmes que são adaptação de livros do Nicholas Sparks que eu mais gosto. Adoro tudo nele, o casal, as crianças e o final. O pouco de mistério que há no filme também contribuiu para eu gostar tanto dele.


3. Soul Surfer: Coragem de viver


Filmes baseados em fatos reais sempre me "falam ao coração" e já falei desse filme aqui, mas não canso de falar. Ele é emocionante e inspirador e a lição de superação dele é maravilhosa.


4. A Culpa é das Estrelas


Posso não ter chorado com o livro, mas com o filme não teve como não chorar. Ele está incrível e a Shailene e o Ansel estão ótimos.


5. Grande Menina, Pequena Mulher


Esse filme engana, no início pensamos que é mais uma comédia, com as trapalhadas da Molly e o jeito sério da Ray. Mas em determinada parte do filme, eu me vejo chorando e não sei como isso aconteceu. 


Essas foram as minhas respostas dessas duas semanas. E aí, gostaram? Me respondam, vocês tem alguma mania que queiram compartilhar? Sempre encontramos alguém com uma mania mais estranha que a nossa. E qual são os filmes que "falam ao coração" de vocês?


















Book Haul #13 - Junho/2015

28 comentários: | |


Oi gente linda, como vocês estão?

Hoje eu trago para vocês o Book Haul do mês de Junho, que foi bem movimentado. Comprei apenas um livro e que foi bem baratinho, e como era um livro que eu já queria há certo tempo, com certeza valeu a pena.


Troquei



Esse é um livro que eu queria há bastante tempo, desde que vi no canal do Cabine Literária. Como vocês sabem eu amo vampiras e gosto muito da cultura oriental, principalmente a Japonesa. E esse livro mistura tudo isso, e ele passa em dois períodos de tempos diferente, século XV no Japão e no século XXI em São Paulo. Estou louca para saber como vai ser essa leitura.


Ganhei

Laços de Sangue (Richelle Mead)


Esse na verdade eu ganhei mês passado. Uma amiga minha da faculdade tinha recebido ele em um amigo secreto, mas ela não gosta de ler e perguntou se eu queria. E obviamente eu disse sim né!? (Não se recusa livro). Acabei esquecendo de postar ele no Book Haul anterior.

Essa é uma série que tenho bastante vontade de ler, mas mesmo que dê para ler sem ter lido Academia de Vampiros, acho que vou terminar ela primeiro, para ler a série spin-off. Mas como eu disse, vampiros são demais.


Doce Entrega (Maya Banks)


Esse eu ganhei na resenha premiada do blog Way To Happiness. Não tenho costume de ler muitos livros eróticos, mas a premissa desse me chamou atenção, pois tem um fundo de investigação. E mesmo a resenha da Lígia não tendo sido tão positiva, me deu vontade de conferir. 


A Mais Pura Verdade (Dan Gemeinhart)


Esse eu também ganhei de resenha premiada, mas foi no blog da Jéssica, o Hora da Leitura. Já li, mas acho que estava esperando bem mais dele e acabei não gostando muito, e não resenhei. Não me matem, mas achei a atitude do Mark bem egoísta e em alguns momentos fiquei bem irritada. O Beau é um cãozinho muito fofo e adorei ele. O final também foi muito bom e por causa dele aumentei a mina nota.

Não estou mais com o livro, troquei ele no plus.


A Aposta (Rachel Van Dyken)


Enviado pela Carla do Paradise Books pela promoção de 5 anos do blog Equalize da Leitura. Sempre quis esse marcador do Paradise e agora eu tenho o/. Não é um livro que eu tenha tanta vontade de ler no momento, então vou deixar mais para a frente.


Caminhos do Medo vol.II (vários autores)
Um Sorriso ou Dois (Frederico Elboni)
A Pessoa Certa (Di Oliveira)
Universo Paulistano vol II (vários autores)


Ganhei esses livros no sorteio de um ano do blog Entre Chocolates & Músicas. Já li Universo Paulistano, mas não curti tanto, apenas alguns contos. No momento estou lendo Caminhos do Medo e Um Sorriso ou Dois que é muito bom e pretendo trazer a resenha deles para vocês, além disso, eu amo essa capa.


A Playlist da Minha Vida (Leila Salles)


Esse eu tinha ganhado há um tempinho no blog Mais Que Livros. Mas só peguei com a Andressa em um evento no mês passado. A história é um YA e parece ser bem rápida de ler, e adorei a capa, pois parece que ela está molhada. Adorei os mimos também.


Deixe a Neve Cair (John Green, Maureen Johnson e Lauren Myracle)


Esse livro eu ganhei em uma promoção há bastante tempo, mas só recebi em julho do blog Cachola Literária. Essa vai ser mais uma leitura temática de Dezembro juntamente com O Presente do Meu Grande Amor.

Mimos


Esses marcadores e mimos foram do evento que a Raquel do Por Uma Boa Leitura fez sobre a série Trono de Vidro. Para variar, eu não fui sorteada no evento, mas adorei os marcadores e os bottons. E teve muffin <3.


Comprei

Trono de Vidro (Sarah J. Maas)


Essa foi a minha compra do mês. Uma amiga do Facebook estava vendendo alguns livros e esse estava entre eles e por apenas R$ 10,00 e não pensei duas vezes, já que precisava dele para começar a ler a série, uma vez que eu tenho o segundo. Mas várias pessoas disseram que é melhor começar a ler pelo livro de contos, então, estou esperando alguém me dar de aniversário (é mês que vem, então se quiserem me presentear com A Lâmina da Assassina sintam-se a vontade).



Esses foram os livros recebidos no mês de Junho, bastante coisa não!? Já leram algum desses ou tem vontade? Me digam nos comentários.

Me comportei direitinho esse mês não foi!? Comprei apenas um livrinho e bem barato, mas em Julho acho que não vai ser a mesma coisa, já que estou esperando algumas comprinhas.









Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...